Natação, hidroginástica e mergulho são três atividades aquáticas populares. Essas práticas são cada vez mais procuradas por pessoas que buscam uma melhor qualidade de vida.

A natação, por exemplo, é praticada pelos humanos desde a pré-história. O esporte fez parte dos primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna, que aconteceram em 1896. Já a hidroginástica alia a atividade aquática à aeróbica.

O mergulho, por outro lado, não é um esporte, mas sim uma atividade que proporciona diversão, aprendizado e relaxamento para seus praticantes.

Os benefícios das atividades aquáticas são muitos e diversos. Vamos conferir alguns deles?

1. Melhoram a qualidade de vida

Qualquer pessoa que já praticou algum esporte ou fez alguma atividade física em terra firme sabe como é a sensação de relaxamento e bem-estar que elas proporcionam. Você sabia que uma atividade aquática causa o mesmo resultado?

Nadar, fazer hidroginástica e mergulhar são práticas que movimentam nosso corpo. Logo, ao fazê-las, o cérebro libera endorfinas em nossa corrente sanguínea.

A endorfina é conhecida por ser o “hormônio do relaxamento”. É ela a responsável pelas sensações de bem-estar e relaxamento. As endorfinas melhoram nosso humor, aceleram nosso metabolismo, melhoram a qualidade do sono e, ainda, incrementam nossa disposição física.

2. Ajudam a relaxar

Graças à liberação de endorfinas, as atividades aquáticas podem ser muito prazerosas — mas não é só isso!

Submergir na água permite a descontração dos músculos corporais. O corpo humano flutua no meio aquático, então é como se a água estivesse massageando nossos braços, pernas e costas.

As sensações de tranquilidade e relaxamento físico são grandes benefícios das atividades aquáticas. O mesmo resultado pode não ser alcançado em ambientes como uma academia de musculação ou um parque ao ar livre.

3. Trabalham a respiração

Os praticantes de meditação conhecem o poder do controle da respiração. A partir dos exercícios, é possível se acalmar e controlar o corpo, o que reduz o estresse e a ansiedade.

Praticar atividades aquáticas contribui para o aprendizado de regular naturalmente a respiração, como acontece durante uma sessão de meditação. Além disso, a natação também ajuda no desenvolvimento dos pulmões em bebês e crianças.

No mergulho, por exemplo, é essencial otimizar a quantidade de ar que inalamos. Por isso, é necessário respirar lenta e profundamente. Manter esse ritmo de respiração equilibrado e controlado leva o corpo humano, naturalmente, a um estado de calma e tranquilidade.

4. Melhoram o condicionamento físico

O corpo humano gasta mais energia para se movimentar debaixo d’água e isso faz com que a queima de calorias seja maior do que em outras atividades.

Apesar desse “empenho extra”, o corpo não sofre tantos impactos físicos quanto em atividades como musculação e crossfit, por exemplo. A água atenua boa parte do esforço e é possível fazer os exercícios sem maiores dificuldades.

Outro benefício das atividades aquáticas está no suor. Muita gente não pratica exercícios físicos porque não gosta de suar e se sente incomodado quando isso acontece. Por serem realizadas na água, seja em uma piscina, no mar ou em um lago, não é possível notar o suor escorrendo, por maior que seja o esforço.

O condicionamento físico, para quem pratica mergulho, por exemplo, é ainda mais importante. Graças ao uso de equipamento especializado, uma hora de mergulho pode levar ao gasto de 900 calorias. Essa atividade também tonifica os músculos das pernas e das costas.

5. Podem ser praticadas por iniciantes

Nadar, fazer ginástica e mergulhar… As três atividades podem ser realizadas sem problemas por iniciantes ou pessoas que ainda não tenham se habituado a realizar qualquer tipo de prática física.

Grávidas, idosos, crianças, pessoas acima do peso, jovens e adultos podem realizar exercícios na água sem maiores problemas, desde que tenham a orientação e o aval de um profissional.

Gostou de aprender mais sobre os benefícios das atividades aquáticas? Compartilhe esse texto em suas redes sociais e informe seus amigos! Quem sabe eles também não se animam?

Compartilhe:
Escrito por Fabiano Escrito por Fabiano "Dushi" Silva

ARTIGOS RELACIONADOS

 

 

 

 

 

Fechar galeria
EVIDIVE LOGO