O que é uma tabela de mergulho e como funciona?

Aprender a usar uma tabela de mergulho talvez seja um dos aspectos mais desafiadores de aprender a mergulhar. Mas, não se assuste! Não é tão complicado quanto parece e os benefícios de saber utilizar uma são muitos!

A tabela de mergulho é um instrumento importante para auxiliar os mergulhadores no planejamento de seus mergulhos. Dessa forma, antecipamos a duração e a profundidade e garantimos mais segurança no mergulho. Mas antes de aprendermos exatamente como funciona a tabela, vamos entender um pouco mais sobre ela.

O que é uma tabela de mergulho?

Tabelas de mergulho
Existem diferentes tipos de tabelas de mergulho.

A primeira tabela de mergulho foi criada pela marinha norte-americana para ajudar seus mergulhadores a calcularem:

  • a profundidade máxima que poderiam atingir em um mergulho;
  • quanto tempo poderiam ficar embaixo da água;
  • quanto tempo deveriam ficar na superfície antes de um novo mergulho;
  • quanto nitrogênio residual haveria no sangue após um mergulho.

Essas informações ajudavam (e ajudam até hoje) os mergulhadores a evitar problemas causados pela descompressão.

Atualmente, existem vários tipos de tabela de mergulho e todas são projetadas para calcular mais ou menos as mesmas informações. No entanto, a mais usada é a da certificadora de mergulho PADI.

Como funciona a tabela de mergulho PADI?

Tabela de mergulho da PADI
Tabela de mergulho da PADI. Você aprende a fazer a leitura em um Curso de Mergulho.

A tabela de mergulho PADI utiliza grupos de pressão para definir quanto tempo de intervalo de superfície um mergulhador precisará, depois de mergulhar a uma determinada profundidade, durante um certo intervalo de tempo.

A tabela não diz exatamente quanto tempo você precisa ficar na superfície, mas informa em que grupo de pressão você estará depois de um determinado intervalo de tempo, caso queira mergulhar de novo. Difícil de visualizar? Então, vamos a um exemplo:

Suponha que você queira atingir uma profundidade de 18 metros em seu mergulho e quer também que ele dure cerca de 40 minutos. Você deve buscar na primeira linha da tabela a profundidade pretendida e encontrar na coluna abaixo a quantidade de minutos embaixo da água. Seguindo a linha do número encontrado, você encontrará o grupo de pressão em que você estará ao sair da água. Nesse caso, é o grupo O.

Acompanhando a linha de O, você verá que, depois de um intervalo de uma hora, estará no grupo de pressão E, ou seja, a quantidade de oxigênio residual em seu sangue é, agora, bem menor. Ao sair para esse mergulho, você contará não só a quantidade de nitrogênio que seu sangue absorverá durante ele, mas também o residual do mergulho anterior.

Tabela de mergulho x computador de mergulho

Computador de mergulho ou tabela de mergulho?
Computador de mergulho ou tabela de mergulho?

A tabela não é a única forma de fazer o planejamento de mergulhos. Hoje em dia, já existem computadores de pulso que calculam o nitrogênio residual no sangue do mergulhador a cada mudança de profundidade e de acordo com o tempo submerso.

A vantagem dos computadores de mergulho é que, além de pouparem um pouco de esforço aos mergulhadores, eles refazem os cálculos, caso o mergulho saia diferente do planejado.

Entretanto, a tabela ainda é bastante útil e todos os mergulhadores precisam aprender a usá-la em qualquer Curso de Mergulho para que possam obter suas certificações!

Agora que você viu a importância da tabela de mergulho para a segurança do mergulhador e entendeu como ela ajuda no seu planejamento, que tal seguir a Evidive no Facebook?

Deixe seu comentário!
The following two tabs change content below.
Avatar

Fabiano "Dushi" Silva

CEO e Sócio Fundador | MSDT - Master Scuba Diver Trainer at EVIDIVE - Escola de Mergulho