Mergulho profissional e mergulho recreativo: quais são as diferenças?

Assim que começamos a nos familiarizar com o mundo do mergulho, podemos nos confundir com a terminologia — afinal de contas, algumas palavras mudam de sentido quando são aplicadas em um contexto diferente.

Pensando nisso, da mesma maneira como já abordamos as diferenças entre mergulho livre e mergulho autônomo, vamos aproveitar este artigo para mostrar as distinções entre mergulho recreativo e mergulho profissional. Confira a seguir!

O que é mergulho profissional?

Mergulhador comercial, exemplo de Mergulho profissional
Mergulhador comercial trabalhando como soldador em altas profundidades. Exemplo de mergulho profissional.

A palavra “profissional” geralmente causa confusão entre aqueles que estão começando a conhecer o universo do mergulho. Esse termo, em geral, passa a ideia de que é profissional todo aquele que trabalha com o mergulho ― mas não é bem assim. É preciso distinguir o mergulhador profissional e o profissional de mergulho.

Um mergulhador profissional tem preparo e formação para exercer um tipo de mergulho, que, por vezes, é chamado de “comercial“. Essa atividade acontece no contexto de outras áreas, como por exemplo no reparo de estruturas de navios e em plataformas de petróleo.

Assim, o mergulho profissional geralmente envolve trabalho braçal e com ferramentas pesadas, razão pela qual exige bastante aptidão física. Além disso, são necessárias certificações específicas para fazer esse tipo de mergulho. Para começar, existem dois tipos de mergulhadores profissionais: o raso e o profundo.

A certificação para mergulho raso qualifica para o exercício de mergulhos de até 50 metros e só é oferecida por duas escolas no cenário nacional: o SENAI-Rio e a Divers University.

Já o mergulho profundo pode ultrapassar 300 metros de profundidade e exige outras certificações, de reconhecimento internacional, e dois anos de experiência com mergulho profissional raso. Além dos cursos, são necessárias formações específicas para as áreas de atividade que o mergulhador desempenha, como, por exemplo, corte e solda subaquática, montagem e manutenção de estruturas, operação de câmaras hiperbáricas, entre outros.

Por fim, existem também os profissionais de mergulho. Estes, no entanto, não estão habilitados para a prática do mergulho profissional, mas para a do mergulho recreativo ― como é o caso de divemasters e instrutores de mergulho. Essa especialidade exige outras certificações, que são mais simples de modo geral, como veremos a seguir.

O que é mergulho recreativo?

Mergulho recreativo vs. mergulho profissional
O mergulho recreativo é uma atividade de contemplação da natureza.

O mergulho recreativo é aquele voltado à exploração do mar apenas por lazer. É uma atividade bastante segura, que pode ser praticada por qualquer pessoa – de crianças a adultos! Assim como no mergulho profissional, também há certificações para essa prática, mas elas são mais acessíveis e simples.

Quem estiver interessado na prática do mergulho recreativo pode optar por duas entradas: um mergulho de batismo ou um curso de mergulho básico. No mergulho de batismo, a profundidade máxima que pode ser alcançada é de 12 metros, sempre com o acompanhamento corpo-a-corpo de um instrutor. Já o curso de mergulho certifica o indivíduo para mergulhar com mais independência, em mergulhos de até 18 metros de profundidade.

Apesar de essas opções serem mais fáceis de encontrar, é bom estar atento na hora de contratar uma escola de mergulho, seja para o batismo, seja para o curso. A atividade do mergulho recreacional é regulamentada por certificadoras de mergulho, sendo a principal delas a PADI. Essas instituições são responsáveis pela regulamentação, pelo reconhecimento e pela garantia da validade dos cursos, além de oferecerem suporte teórico e prático.

Mergulho profissional vs. mergulho recreativo

Resumidamente, o mergulho profissional é aquele relacionado a outras atividades profissionais em que o mergulho é necessário, exigindo muito mais qualificações e preparo físico.

Em contrapartida, o mergulho recreativo é aquele realizado como atividade de lazer, sempre com instrução profissional, sem estar necessariamente atrelado a outras práticas de trabalho ― e que, de maneira geral, oferece uma preparação mais branda a qualquer mergulhador.

Gostou de aprender sobre as diferenças entre mergulho profissional e recreativo? É legal observar que, mesmo para quem está interessado em atuar profissionalmente com o mergulho, é recomendado que se adquira primeiro uma certa experiência com o mergulho recreativo, realizando um Curso de Mergulho.

Agora, que tal seguir aprendendo mais sobre o assunto? Se o mergulho recreativo te interessa, confira nosso artigo com 4 perguntas que vão te ajudar a escolher uma escola de mergulho !

Deixe seu comentário!
The following two tabs change content below.
Avatar

Fabiano "Dushi" Silva

CEO e Sócio Fundador | MSDT - Master Scuba Diver Trainer at EVIDIVE - Escola de Mergulho