Pesca Submarina: o que é e como funciona?

A pesca submarina – ou pesca sub, como é também chamada pelos seus praticantes – é uma atividade esportiva e de lazer que conta com diversos pontos propícios para a sua prática.

Esse tipo de pesca pode ser uma atividade prazerosa e é muitas vezes a porta de entrada para o mergulho autônomo, já que seus praticantes costumam ser pessoas apaixonadas pelo mar.

A pesca sub deve ser realizada de forma consciente, não-predatória e dentro das leis do território brasileiro. Entenda melhor como funciona essa prática!

O que é pesca submarina?

A pesca submarina, também descrita como caça submarina, é uma atividade que envolve o uso de equipamentos simples, como arbaletes e arpões afiados, para capturar peixes embaixo d’água.

A modalidade de mergulho empregada na pesca sub é o mergulho livre, que é diferente do mergulho autônomo, já que nele não é utilizado nenhum equipamento que permita respirar embaixo d’água. Inclusive, é proibido o uso de equipamentos de respiração artificial durante qualquer tipo de pesca.

No Brasil, a pesca submarina amadora é permitida pela legislação, mas existem algumas exigências que devem ser seguidas, como a obtenção de uma Licença de Pesca Amadora. Essa licença pode ser emitida pela internet, através do site do Ministério da Pesca.

A Confederação Brasileira de Caça Submarina é o principal órgão referente à atividade no Brasil, e desde sua fundação em 1990, vem divulgando o esporte e guiando iniciantes na prática.

Vale apontar que a pesca submarina é uma pesca não-predatória e bem seletiva. Nela, o pescador escolhe bem aquilo que vai retirar da natureza, ao contrário da pesca com redes, por exemplo, que muitas vezes acaba afetando animais que não são o foco principal.

Quais equipamentos são utilizados na pesca submarina?

A pesca submarina exige o uso de alguns equipamentos para ser praticada. Alguns acessórios, como a lanterna de mergulho e o cinto de lastro, não são indispensáveis, mas podem ajudar o mergulhador mais experiente. Os principais equipamentos que pescador sub precisa ter são:

Arma

Existe uma variedade de opções de armas que podem ser utilizadas na pesca sub. A mais utilizada é o arbalete, que tem um funcionamento simples, através de elásticos e é bem silenciosa. As armas pneumáticas também são bastante usadas pelos praticantes e funcionam através do ar bombeado dentro delas.

Equipamento de mergulho livre

Ou seja, uma máscara de mergulho para se enxergar debaixo d’água (é sempre importante considerar alguns critérios para comprar a sua), um snorkel para te auxiliar na respiração da superfície e nadadeiras, para facilitar a sua movimentação durante o mergulho. Esses são equipamentos que qualquer pessoa pode ter em casa para fazer uso recreativo no mar ou mesmo em piscinas!

Onde praticar a pesca submarina?

Para que uma região seja interessante para a prática da pesca sub, é preciso que haja uma combinação de itens:

  • uma boa variedade de peixes, como robalo, garoupa, badejo, olhetes e sargo;
  • boa visibilidade dentro da água;
  • um fundo rochoso para abrigar a caça.

Um destino muito procurado pelos praticantes da pesca submarina é Santa Catarina. O estado conta com muitas praias e costões, nos quais é possível se aventurar. A ilha do Xavier, em Florianópolis, é um dos pontos mais recomendados.

No litoral de São Paulo, Ilhabela é um ponto que tem atraído bastante atenção de quem pratica o esporte pela quantidade de peixes na região.

Mesmo que os locais mais procurados estejam no mar, é possível realizar a pesca submarina em lagos e rios também – mas é bem menos comum.

A pesca submarina e o mergulho livre

O mergulho livre consiste em mergulhar utilizando o ar dos pulmões, e por isso é diferenciado do mergulho autônomo, em que o mergulhador conta com o equipamento SCUBA (com cilindros de ar) que o permitem respirar debaixo d’água e contemplar a natureza. O mergulho livre é dividido basicamente em duas modalidades: apneia snorkeling.

Durante o mergulho em apneia, o mergulhador prende a respiração e realiza o mergulho utilizando o ar guardado em seus pulmões embaixo d’água. Esse tipo de técnica acaba por limitar o tempo de permanência submerso e é mais utilizado na pesca submarina tradicional de subsistência.

Já no mergulho com snorkel (ou snorkel), o mergulhador conta com o snorkel, um tubo de 35 a 45 centímetros de comprimento que permite a respiração com o rosto submerso. Dessa forma, ele fica mais limitado à superfície e pode observar o fundo da água para encontrar alvos mais facilmente.

A pesca submarina é uma atividade para quem adora nadar e estar em contato com a natureza. Por isso, é muito comum que seus praticantes desenvolvam o interesse pelo mergulho autônomo, que é uma atividade de contemplação da natureza.

Esse conteúdo foi útil para você? Compartilhe sua opinião nos comentários!

Deixe seu comentário!
The following two tabs change content below.