Mergulho e tubarões: pode aparecer um tubarão no meu mergulho?

Essa é uma dúvida recorrente entre curiosos e mergulhadores iniciantes. Quando pensamos nesses dois conceitos juntos: mergulho e tubarões, o resultado geralmente não é o que chamaríamos de seguro, não é mesmo? Isso se deve principalmente à falta de informação que temos a respeito desses animais fascinantes.

O nosso imaginário a respeito do tema é muitas vezes povoado pelo medo estimulado por filmes como “Tubarão”, de Steven Spielberg, que retrata esses seres como extremamente perigosos — ou pela mídia, que noticia apenas casos isolados de ataques de tubarões.

No entanto, sabemos que essas fontes são um pouco parciais. Afinal, um filme de terror não seria sucesso de bilheteria pintando tubarões como animais sensíveis. Da mesma maneira, as notícias chamam a atenção àquilo que é exceção, não ao que é recorrente!

Que tal conhecermos alguns fatos que nos permitem visualizar o assunto de maneira mais realista?

Tubarões: realidade vs. imaginário popular

Mergulho e tubarões - set de Spielberg
O diretor Steven Spielberg no making-of do filme Tubarão, que utilizou um tubarão mecânico em suas filmagens.

É claro que os tubarões representam algum tipo de perigo, mas mesmo se comparado a atividades cotidianas, esse risco é irrisório. Entre 2000 e 2010, foi registrada uma média de 65 ataques anuais de tubarões a humanos. Desses, a média de fatalidades resultantes foi de 5 por ano. Para se ter uma ideia, só nos Estados Unidos, no ano de 2009, uma pessoa morreu de acidentes automobilísticos em média a cada 13 minutos.

Além disso, os tubarões não têm preferência nenhuma por alvos humanos: os “ataques”, na maioria das vezes, se dão pela curiosidade que esses animais sentem ao perceber movimentações na superfície – o que é o caso de surfistas e banhistas, mas não de mergulhadores.

Na verdade, os tubarões preferem se alimentar de peixes menores, e buscam fazê-lo comendo os mais fracos, velhos e doentes dos cardumes — desempenhando um importante papel no controle populacional de várias espécies. Eles buscam seus alimentos favoritos, evitando riscos ao máximo.

Mergulho e tubarões: uma combinação fascinante

Mergulho e tubarões, tem gente que adora!

Muitos mergulhadores mais experientes de fato buscam mergulhar com tubarões depois de desconstruírem seus preconceitos a respeito do assunto. Os relatos geralmente citam o quanto é fascinante conhecer esses animais no seu habitat natural e perceber o quanto eles são espertos e divertidos, além de se sentirem mais conectados com o ambiente marinho.

Para isso, é preciso viajar para locais que sejam propícios a esses encontros, por que não é nada fácil encontrar tubarões mergulhando. Vale lembrar que cada lugar vai abrigar espécies diferentes com comportamentos distintos: o Arquipélago de Galápagos, no Equador, é uma das melhores localidades para encontros com Tubarões Cabeça-de-martelo. A Ilha das Focas, na África do Sul, é mais propícia para encontrar os Grandes Tubarões Brancos — e assim por diante.

Segurança, mergulho e tubarões

Mergulhar é bastante seguro e as chances de se deparar com um tubarão em um curso de mergulho ou em um batismo é praticamente zero, principalmente no litoral brasileiro.

Quem deseja se aventurar no mergulho com tubarões também não tem com o que se preocupar, já que a prática é bem segura. É lógico que precaução nunca é demais, por isso quem quer viver essa experiência deve pesquisar uma operadora responsável e experiente. Essas empresas precisam ter funcionários preparados, com conhecimentos a respeito do comportamento dos tubarões em relação ao ambiente, os melhores horários para a prática do mergulho, etc.

Mas isso vale para qualquer atividade nova: é sempre importante investigar a reputação das empresas que contratamos para nos acompanharem em nossas aventuras, assim como suas posturas em relação a segurança.

Como você pôde ver, mergulho e tubarões podem ser, na verdade, componentes de uma experiência fascinante e bastante segura, desde que feita com responsabilidade e por profissionais treinados.

Para conferir mais artigos como esse sobre mergulho, siga a Evidive no Facebook!

Deixe seu comentário!
The following two tabs change content below.
Avatar

Fabiano "Dushi" Silva

CEO e Sócio Fundador | MSDT - Master Scuba Diver Trainer at EVIDIVE - Escola de Mergulho