4 biólogos marinhos que também foram mergulhadores importantes

Os biólogos marinhos são os cientistas que se dedicam a pesquisar a fauna e a flora nos oceanos, preocupando-se em entender como cada espécie interage com o meio ambiente.

Existem várias áreas de atuação para esses profissionais, que vão do estudo do comportamento dos peixes, passando pela conservação de determinadas espécies, até a recuperação de animais feridos.

Como o objeto de estudo desses cientistas está intimamente ligado ao oceano, o mergulho é uma atividade essencial para que muitos biólogos marinhos possam realizar suas pesquisas. Assim, é possível observar presencialmente o comportamento de um cardume, por exemplo.

Por conta disso, muitos biólogos marinhos de destaque são também mergulhadores. Vamos conhecer quatro deles que fizeram a diferença!

1. Sylvia Earle

Sylvia Earle é uma grande bióloga marinha e mergulhadora
Sylvia Earle em famosa foto mergulhando lado a lado de um golfinho.

Sylvia Earle é doutora em Ficologia, ou seja, no estudo das algas. Entretanto, suas contribuições vão muito além desse campo em específico. Em 1986, quando já tinha mais de mil horas de mergulho registradas, Sylvia liderou o primeiro grupo de mergulhadoras a participar de um experimento de habitação subaquática.

Sylvia, hoje com mais de 80 anos, atua como ativista ambiental e é especialista nos impactos que os vazamentos de petróleo causam na vida marinha. Ela coordena o programa Mission Blue, cujo objetivo é estabelecer áreas marinhas protegidas ao redor do globo! Se você também se interessa por filmes sobre mergulho, vale a pena conferir o documentário que a Netflix fez sobre o projeto.

2. Eugenie Clark

Eugenie Clark foi uma bióloga marinha e mergulhadora importantíssima por seu trabalho com tubarões
Eugenie Clark em um antigo traje de mergulho, com um peixe recém-coletado.

Eugenie Clark foi uma ictiologista norte-americana (ictiologia é o estudo dos peixes) especializada em tubarões. Antes de seus estudos, esses animais eram considerados agressivos e pouco espertos. Hoje, já temos muito mais conhecimento sobre eles, e o mergulho com tubarões é comum em muitos lugares.

Clark estudou o comportamento e a inteligência dos tubarões e foi responsável pela desconstrução desses preconceitos e pela luta pela conservação de várias espécies. Em sua homenagem, recentemente, nomearam uma nova espécie de tubarão descoberta na Flórida de Genie’s Dogfish!

Além disso, ela foi uma mergulhadora muito ativa. Muitos de seus parceiros de mergulho observaram como era notável a agilidade com que ela se movia embaixo d’água. Mesmo na casa dos seus noventa anos e vítima de câncer de pulmão, ela continuava mergulhando!

3. Hans Hass

Hans Hass foi um grande biólogo marinho e mergulhador
Hans Hass em um traje SCUBA antigo, tirando uma fotografia debaixo d’água.

O austríaco Hans Hass foi um dos pioneiros da exploração subaquática no século passado. Publicou livros, produziu filmes e pesquisou o trabalho de mergulhadores como Jacques Cousteau.

Ele também atuou como inventor e desenvolveu uma das primeiras câmeras subaquáticas e o rebreather, aparelho usado até hoje em mergulhos e que possibilita o reaproveitamento parcial do ar expirado.

No entanto, como ele mesmo dizia, era, acima de tudo, um biólogo marinho. Além da popularização do conhecimento científico sobre corais, arraias e tubarões, Hass desenvolveu a teoria do energon. De acordo com essa proposta, os comportamentos de homens, animais e plantas têm origens em comum e obedecem aos mesmos princípios gerais.

4. Jacques Cousteau

Jacques Cousteau foi também um biólogo marinho
Jacques Cousteau interagindo com uma ariranha na Amazônia!

Jacques Cousteau, inventor do primeiro aparelho de SCUBA, entrou para a história como o pai do mergulho moderno. Ele, no entanto, atuou em várias áreas, como cinema, ativismo ambiental e, é claro, biologia marinha.

Apesar de não ter recebido treinamento acadêmico formal, Cousteau ajudou a desenvolver ferramentas importantes para a pesquisa científica. Em 1959, por exemplo, apresentou ao mundo o Denise, primeiro minisubmarino com a finalidade exclusiva de investigar o fundo do mar.

Além disso, Cousteau transformou um navio de guerra aposentado em um grande laboratório. Batizado de Calypso, esse navio rodou o mundo com Jacques, que, assim, popularizou os campos da oceanografia e da biologia marinha.

Esses são apenas alguns dos mais famosos biólogos marinhos que exploraram o fundo do oceano por meio do mergulho. É interessante notar o impacto que suas obras tiverem na ciência e na popularização do conhecimento científico, além, é claro, da vitalidade com que se dedicaram aos seus estudos!

Quer saber mais sobre mais mergulho e o fundo do mar? Então assine nossa newsletter!

Deixe seu comentário!
The following two tabs change content below.
Avatar

Fabiano "Dushi" Silva

CEO e Sócio Fundador | MSDT - Master Scuba Diver Trainer at EVIDIVE - Escola de Mergulho

1 comentário sobre “4 biólogos marinhos que também foram mergulhadores importantes

Os comentários estão encerrado.